Cidadãos do Mundo pela Unificação Política da Humanidade

 

Os Mondialistas são uma associação internacional, não partidária, de Cidadãos do Mundo ativos em vários campos.

O Mondialismo é a soma de todas as aspirações pacíficas de unificação política da humanidade numa união mundial democrática e federal. Mondialista é qualquer pessoa que o defenda e o apoie o melhor que puder.
Para assinalar o Dia das Nações Unidas, em 24 de outubro de 2017, um pequeno grupo de Mondialistas formulou o

 

Cosmopolis 2100 Declaração do Cidadão Mundial

 

NÓS, OS CIDADÃOS DAS NAÇÕES UNIDAS, SOMOS DETERMINADOS,

  • impedir uma terceira guerra mundial, abolir os conflitos violentos entre nações e substituí-los pelo direito mundial e pelas negociações judiciais mundiais,
  • reafirmar a nossa convicção a favor dos direitos humanos, da liberdade, da igualdade, da justiça e do humanismo,
  • criar condições em que a justiça e o respeito pelas obrigações da lei e da ordem possam ser assegurados,
  • promover o progresso social e um melhor nível de vida com mais liberdade e solidariedade para todos os povos do mundo,

E PARA ESTES EFEITOS

  • Praticar a compreensão, a tolerância e o respeito mútuo e viver como bons vizinhos em cooperação frutífera uns com os outros,
  • unir as nossas forças para garantir a paz mundial e a segurança internacional através do direito internacional universal e aplicável,
  • criar instituições mundiais democráticas que assegurem que a força armada só possa ser utilizada em conformidade com o direito mundial democraticamente estabelecido,
  • criar um sistema social global baseado na solidariedade, a fim de promover o progresso económico e social de todos os povos,
  • transformar os Estados membros da ONU em verdadeiras Nações Unidas, no sentido de uma federação mundial democrática, o mais tardar até ao final deste século,

DECIDIMOS COOPERAR EM NOSSOS ESFORÇOS PARA ALCANÇAR ESSES OBJETIVOS E NOS ORGANIZARMOS DE MANEIRA APROPRIADA.

 

Para a reforma e o desenvolvimento futuro das Nações Unidas

 

O texto desta declaração baseia-se no preâmbulo da Carta das Nações Unidas. Embora apenas os governos dos Estados membros estejam hoje representados na ONU, as futuras Nações Unidas deverão tornar-se uma União Mundial federal e democrática para toda a humanidade. Os Estados-nação permanecerão e devem tornar-se uma unidade na diversidade cultural. Este objectivo deverá ser alcançado através da reforma e do desenvolvimento da Organização das Nações Unidas. É um objectivo a longo prazo e ainda hoje é considerado uma utopia. Os Mondialistas, porém, estão convencidos de que a melhor maneira de a humanidade sobreviver no futuro é através desta unificação política.

 

Precisamos absolutamente da União Mundial, porque os desafios serão enormes. Mudanças climáticas dramáticas, superpopulação, escassez de matérias-primas e alimentos, conflitos bélicos que sempre podem levar a um incêndio mundial com armas de destruição em massa, são apenas alguns dos problemas que estão lançando suas sombras e já estão sendo sentidos hoje. Seria uma utopia acreditar que os Estados-nação seriam capazes de lidar sozinhos. A unificação política global é, pois, uma necessidade absoluta e poderá ser alcançada com bom senso, o mais tardar até ao final deste século.

Descrevemos vários aspectos das nossas visões de futuro em várias páginas temáticas, sem pretender ser exaustivos. Os textos em várias línguas são intencionalmente mantidos curtos. As páginas podem ser acessadas usando os botões na barra inferior. Não queremos entrar em demasiados pormenores, porque essa é a tarefa dos peritos. Tudo deve também ser sujeito a processos democráticos. Por esta razão, estamos urgentemente empenhados na criação de um Parlamento Mundial democrático no quadro da ONU.

Quem quiser se envolver como Mondialista, quiser cooperar, precisar de mais informações e/ou tiver dúvidas, tiver idéias ou quiser fazer sugestões, entre em contato conosco pelo CONTACT.